No evangelho de Lucas, capítulo 4, versos 31 a 37, vemos Jesus indo para uma cidade perversa chamada Cafarnaum. Uma cidade cheia de conflitos, incredulidade, maldade, uma cidade satanizada. Enquanto muitos poderiam pensar que Ele se dirigiria para Jerusalém, para o templo, esse trecho nos mostra Jesus fazendo algo inusitado. E alguém poderia perguntar: mas será que Ele entra ali? Eu respondo: entra, porque Ele veio exatamente com esse propósito. Jesus disse: “Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o que estava perdido” (Lc 19.10).

O texto afirma que a fama de Jesus corria por todos os lugares. Noestudando-a-palavra-de-deus entanto, há uma diferença muito grande entre conhecer a fama de Jesus e conhecer a Jesus. Nós, seres humanos, fomos criados por Deus com um propósito: o de conhecê-Lo. O tempo da nossa peregrinação aqui na Terra é exatamente para conhecermos o Senhor e fazermos a escolha do lugar onde vamos passar a eternidade: no céu ou no inferno, um lugar que não foi feito para ser o destino final do homem.

Jesus não se parecia com Deus, Ele era o próprio Deus.

Quando Jesus vai para Cafarnaum, Ele leva a luz, pois Ele é a luz. Seu ensino não se limitava a conceitos ou regras. Antes, Ele levava as pessoas a conhecerem Deus. Jesus não se parecia com Deus, Ele era o próprio Deus. E o Seu evangelho o poder e a manifestação da autoridade de Deus. Por isso, quando Jesus falava os demônios se manifestavam, até mesmo dentro da sinagoga. Ele não precisava de nada além da Sua palavra para expulsá-los.

De modo semelhante, a fé cristã exclui toda e qualquer superstição. Ela é espiritual, fruto do relacionamento do homem com Deus. É o poder inerente da palavra. A própria salvação entra no coração das pessoas quando elas ouvem a palavra. A fé vem pelo ouvir e o ouvir a palavra de Deus (Rm 10.17).

Mais que conhecer a fama de Jesus, maravilhoso é conhecer o Jesus da fama.

Jesus veio para libertar o homem, para mostrá-lo um caminho diferente: o homem pode ser morada de Deus! Seguir a Jesus é a ventura mais magnífica que o ser humano pode experimentar aqui na Terra. Mais que conhecer a fama de Jesus, maravilhoso é conhecer o Jesus da fama. Ou seja, não conhecê-Lo por meio do que os outros falam, mas experimentando você mesmo tudo o que Ele tem para a sua vida!

 

Texto adaptado do Pr. Márcio Valadão