Tag: missão

Poder para quê?

Em Atos 1.8 está relatada a promessa dada aos discípulos de Jesus sobre o revestimento de poder do Espírito

Missionária Nágila Araújo

Santo. Mas, poder para quê?

Segundo a Bíblia, poder para testemunhar sobre Cristo e a respeito do quê Cristo realizou na vida dos seus seguidores.

No último domingo (4), a Missª Nágila Araújo pregou sobre a importância do poder do Espírito Santo em missões.

O poder não foi dado para ser armazenado ou para uso em causas egoístas, mas sim para pregar sobre o Evangelho transformador.

 

Saiba como temos cumprido o IDE na CERV

Não importa a área na qual você trabalha ou se serve de forma integral no ministério, sem poder nada acontece.

Entretanto, como filhos revestidos do Espírito é necessário permanecer e ser cada vez mais cheios de poder.

Ninguém vai te segurar ou fechar sua boca, pois você está revestido do Espírito Santo . Missª Nágila Araújo

O poder que Jesus concede a cada um dos filhos de Deus é para ser exatamente da forma que o Senhor planejou para que fossem.

“Por onde você for esse poder tem que ser manifesto. Sendo assim, ninguém vai te segurar ou fechar sua boca, pois você está revestido do Espírito Santo”, disse a missionária.

Portanto, o revestimento do Espírito Santo foi concedido aos discípulos de hoje com um único objetivo: testemunhar da vida de Jesus Cristo.

Entenda a missão da igreja

E, o quê você tem feito com esse poder? Você realmente tem sido um exemplo, uma testemunha de Jesus Cristo?

Se você percebe que está vazio e precisa ser cheio do Espírito Santo novamente, ouça esta mensagem e permita o agir sobrenatural de Deus.

Ouça a mensagem Poder para quê? e seja edificado:

Comunicação CERV

Cumprindo o Ide

Alunos do STRV

Os alunos do Seminário Teológico Restaurando Vidas passaram a tarde do último sábado de outubro cumprindo o Ide do Senhor.

Essa missão faz parte da disciplina prática chamada Impacto Evangelístico que compõe a grade curricular do Seminário.

Por isso, para obter aprovação os alunos devem participar do evangelismo durante a tarde e a noite do Culto.

Esse culto é todo organizado e liderado pelos seminaristas que se dividem entre louvor, oração e pregação.

O foco do evangelismo era anunciar o amor de Jesus e convidar às pessoas para irem ao culto a noite.

Conheça nosso seminário

Momento do louvor

 

Segundo a diretora do Seminário, Kátia Brito, o propósito do Impacto é proporcionar aos alunos a experiência prática do ministério.

 

“Eles recebem durante três dias da semana vários conhecimentos importantes para a vida do servo de Deus. O impacto é o momento de praticar o que ouviram e vivenciar o que é na realidade um evangelismo”, explica.

 

O tema tratado no culto a noite foi a esperança, por isso tantos as músicas do louvor quanto a mensagem trabalharam essa temática.

Seminarista Priscila Santos

Para a seminarista Priscila Santos, que pregou no cult0, a experiência de transmitir a Palavra de Deus foi muito gratificante.

“Estava um pouco apreensiva, mas depois esse sentimento passou e deu lugar a gratidão, pois é um privilégio falar da Palavra de Deus. Espero que assim como o Espírito Santo falou ao meu coração tenha também falado aos corações dos irmãos”, contou Priscila.

Outra pessoa que sentiu gratidão ao falar da Palavra, foi a seminarista Arminda Policarpo que se alegrou com a experiência de passar a tarde cumprindo o ide.

“Senti muita alegria em falar de Jesus para as pessoas e depois de poder orar no culto. É muito bom servir ao Senhor!”, disse.

Portanto, se você gostaria de estudar conosco e participar dessa experiência incrível, haverá uma nova oportunidade no primeiro semestre de 2019.

A partir do dia 10 de dezembro as matrículas para o seminário estarão abertas para o ingresso de novos alunos.

Para obter mais informações sobre matrícula e demais atividades do Seminário, os contatos estão logo abaixo.

Mais informações sobre o Seminário ligue:
(31) 3504-1341 / 99309-6957 (fale com Kátia) ou envie um email para: seminarioteologico@restaurandovidascerv.com.br

Comunicação CERV

Noite de gratidão e alegria

O último domingo do Mês de Missões na CERV foi encerrado em uma noite de gratidão e alegria.

Isso porque cada membro da comunidade entregou no altar de Deus a oferta que preparou durante um ano para os missionários auxiliados pela igreja.

Especial com a missionária Nágila

 

Os irmãos estavam alegres e trajando roupas típicas de um país, estado ou cidade brasileira.

Após o louvor, a missionária Nágila Araújo realizou um especial cantando as músicas: e Se isso não for amor.

 

Saiba a importância de fazer a obra de Deus

Logo em seguida o Pr. Paulo Silas, da JOCUM, trouxe uma mensagem da parte de Deus para a igreja.

Em suma, o pastor, por meio de vários testemunhos, apontou que para fazer missões é necessário obediência e santidade.

Pr. Paulo Silas – preletor da noite

Além disso, ressaltou que sem o Espírito Santo é impossível cumprir o Ide do Senhor Jesus.

A seguir ouça em detalhes essa mensagem e a Palavra que o Espírito Santo ministrou na igreja:

 

Para encerrar a noite, toda a comunidade entregou no altar sua oferta missionária, resultado de um ano de dedicação.

Seja vendendo, realizando algum serviço ou guardando um valor por mês, cada um fez o seu melhor para o Senhor.

Essa dedicação era visível também nos envelopes e caixas decoradas que os irmãos utilizaram para entregar a oferta.

E não foram apenas os adultos, as crianças, incentivadas pelos pais, também levaram sua oferta de amor.

Conheça o trabalho da Jocum Contagem

Dentre todos os irmãos, uma irmã em especial se destacou pela alegria e exemplo: a obreira Quita.

 

Obreira Quita

Essa irmã possui apenas uma perna e limitada em movimentos, porém, isso não a impede de servir ao Senhor.

 

 

Com suas mãos ela trabalha semanalmente fazendo pães, bolos, salgados e tortas com o propósito de vender para missões.

Ano passado, a irmã entregou uma das maiores ofertas da igreja e este ano seu alvo era superar o que alcançou em 2017.

“Desde o dia 1º de outubro de 2017 estou trabalhando por esta oferta e hoje, diante do altar do Senhor, estou entregando o fruto do meu esforço e amor. Agora estou orando para que a igreja supere a oferta do ano passado”, contou a obreira Quita.

Para a pastora Graça Pitzer, este ano o mês de missões superou as expectativas. “Sempre dizemos que um ano sempre supera o outro e isso acontece porque o nosso Deus sempre nos surpreende e nos presenteia com mensagens e testemunhos gloriosos. Agradeço aos amados que oraram, jejuaram e apresentaram o seu melhor para o nosso Senhor. Que Ele possa retribuí-los mil vezes mais, em nome de Jesus”, finalizou a pastora.

Momento da entrega das ofertas para missões

A comunidade encerra essa noite de gratidão e amor com grandes expectativas para o resultado final das ofertas. O resultado será dado no próximo domingo (1), às 19 horas, na CERV.

 

O Mês de Missões é realizado anualmente na CERV, em setembro.

Comunicação CERV

O tempo do chamado de Deus

O tempo do chamado de Deus já está determinado para cada um dos seus filhos.

Antes mesmo dos seus filhos chegarem a este mundo, o Senhor já desenhou o propósito específico de cada um. 

Não existe atraso ou adiantamento, tudo acontece na hora certa, no período certo.

O importante é estar em Deus, fazendo a obra Dele e com atenção a voz do Espírito Santo.

Isso aconteceu na vida dos apóstolos Paulo e Barnabé enquanto serviam a Deus na Igreja de Antioquia:

 

“Na igreja de Antioquia havia profetas e mestres: Barnabé, Simeão, chamado Níger, Lúcio de Cirene, Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo.
 
Enquanto adoravam ao Senhor e jejuavam, disse o Espírito Santo:
“Separem-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho chamado”.
 
Assim, depois de jejuar e orar, impuseram-lhes as mãos e os enviaram.
 
Enviados pelo Espírito Santo, desceram a Selêucia e dali navegaram para Chipre” (Atos 13.1-4).
 
Paulo e Barnabé estavam na igreja, servindo como mestres e profetas até que o Espírito Santo os chamou.
 
Esses homens tinham compromisso com a obra e no tempo de Deus foram enviados às nações para proclamar o Evangelho.
 
A Bíblia afirma que Jesus já havia declarado a Paulo  que ele pregaria o Evangelho aos gentios (At 9.15).
 
 
Porém, antes desse chamado se cumprir, Paulo precisou passar por um período de mudanças e aprendizados.
 
Talvez esse seja o seu caso, quem sabe Deus está te capacitando para cumprir com excelência o seu chamado?
 
Outra informação importante do texto de Atos é que o chamado partiu do Espírito Santo e não de homens.
 
Por isso, os filhos de Deus devem aprender a ouvir e a discernir a voz do Espírito Santo.
 
E essa orientação, vale para o chamado. Portanto, não tente dar uma força ou ajuda para o Senhor, Ele sabe a hora certa de te enviar!
 
Ainda no texto é possível notar que Paulo e Barnabé são abençoados pelos irmãos, ou seja, têm o apoio da igreja para o chamado de Deus!
 
Por isso, não faça nada sem a direção do Espírito Santo e principalmente, sem a ajuda da sua igreja.
Ninguém faz a obra do Senhor sozinho. É necessário ir, como Paulo e Barnabé, mas também é fundamental o sustento (espiritual e material) por meio dos que ficam.
Portanto, a partir desse texto e pregação,  tenha o discernimento de que há o tempo do chamado de Deus!
Ouça  A MENSAGEM ‘O tempo do Chamado de Deus’ :

 

Comunicação CERV

Uma vida missionária

Foto: arquivo pessoal

Uma vida missionária, dedicada a serviço do Reino de Deus. Assim tem sido a vida do casal Paulo Roberto Resende e Maria das Graças, missionários de Cristo.

Foram convocados pelo Senhor, ainda jovens, recém-casados, a servirem a Deus numa tribo indígena no Amazonas.

Venderam tudo o que possuíam e renunciaram ao seus sonhos para viver os sonhos de Deus.

Antes de viajarem, a irmã Maria das Graças descobriu que estava grávida e ainda recebeu a notícia de que sua mãe estava enferma.

Sob muitas críticas e palavras negativas, ela escolheu permanecer firme no chamado de Deus e seguiu rumo a missão que Ele tinha para ela e Paulo Roberto.

Acompanhados de duas irmãs, Paula e Marina, viajaram para o Amazonas e lá viveram, quase sete anos, a serviço do Reino.

O primeiro filho do casal, nasceu numa madrugada, na casa que moravam na tribo.

O parto foi realizado por  Paulo Roberto e o bebê, batizado com o nome de Eliatã, nasceu com perfeita saúde, contrariando todas as expectativas negativas que haviam a respeito da criança.

No período que viveram em missões, com os indígenas e ribeirinhos, enfrentaram várias batalhas.

Mas, para a glória de Deus, obtiveram vitórias sobre escassez, doenças e dificuldades.

Entenda a importância de viver para o Reino e pregar o Reino de Deus a toda criatura

Porém, antes de viverem uma vida missionária, foi necessário acontecer transformações individuais.

Maria das Graças, antes de conhecer Paulo já era convertida a Jesus.

Já o  missionário Paulo Roberto estava longe do Senhor, vivendo do crime e tráfico de drogas.

Seu antigo nome era Paulinho Bonfim, como fora apelidado pela polícia militar e imprensa de Belo Horizonte.

Foto: divulgação

Ainda jovem foi resgatado por Jesus Cristo da sua antiga forma de viver e desde então, o seguinte versículo, tem feito parte da sua trajetória cristã:

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Co 5.17).

 

Em maio deste ano celebra mais de 50 anos de conversão e serviço à obra missionária.

Hoje, Paulo Roberto conta suas experiências como missionário atuante no Amazonas, na Itália e em outros lugares do mundo.

Já pregou em várias igrejas brasileiras e em mais de 20 países em todo o mundo.

Nesta mensagem, ele e sua esposa Maria das Graças compartilham a Palavra de Deus e diversos testemunhos de fé e amor à missões.

Conheça mais sobre a história do missionário Paulo Roberto

 Ouça o testemunho ‘Uma vida missionária’ e se inspire na história real de um casal que ama Jesus e as almas:

 

 ‘Uma vida missionária’ Parte 1:
‘Uma vida missionária’ parte 2:

 

Comunicação CERV

Termina o mês de missões

Nosso setembro missionário acaba, mas o Ide do Senhor Jesus continua

Termina o mês de missões com 30 dias de muitas bênçãos por meio das pregações e preletores convidados.

Nossa comunidade teve o privilégio de orar, investir financeiramente e ouvir testemunhos missionários edificantes.

Entenda como deve ser uma igreja comprometida com missões

Todos foram desafiados a ter um viver diário com Cristo para testemunhar Dele as pessoas.

Foi transmitida a importância de evangelizar a família e parentes e a sermos sal e luz no local onde Deus nos plantou.

Aprenda mais sobre missões na família

No último domingo de pregações especiais, toda a igreja celebrou a oportunidade de entregar uma oferta especial para os missionários.

Esse valor será direcionado aos missionários auxiliados pela CERV e a outros que o Senhor Jesus direcionar.

Termina o mês de missões, mas a chamada para toda a igreja pregar o Evangelho continua.

Missões está no coração de Deus, missões está no coração da CERV!
Saiba mais sobre missões, participe dos Cultos de missões, todo o primeiro domingo do mês, às 19 horas na CERV.
Mais informações ligue (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para: contato@restaurandovidascerv.com.br

 

Missões na família

Missões na família começa por meio da primeira alma que é salva por Jesus. E você que lê este texto pode ser a chave para Jesus entrar na sua família.

Quando Jesus salva uma pessoa e passa habitar no coração dela, é iniciada uma obra de transformação e santificação.

Os vícios e maus hábitos são eliminados e as ações e reações são modificadas.

Isso ocorre porque não é mais a carne que domina o homen, mas sim o Espírito Santo de Deus.

Aprenderemos a respeito de missões na família por meio da história da prostituta Raabe.

Em Josué, capítulo 2, a Bíblia nos relata como a salvação entrou na casa desta mulher.

Raabe já tinha ouvido falar do Deus de Israel e fez um pedido aos espias que iam destruir Jericó:

Agora pois, peço-vos, jurai-me pelo Senhor que, como usei de bondade para convosco, vós também usareis de bondade para com a casa e meu pai; e dai-me um sinal seguro Js 2.12

Saiba como salvar a sua família

Ela pediu para que toda a sua família fosse salva. E para que isso acontecesse era necessário colocar uma fita vermelha na janela, como sinal para os espias.

A questão é que Raabe precisaria levar toda a sua família para a casa dela, que possivelmente poderia ser o local onde ela se prostituía.

Era necessário que ela tivesse coragem para salvar toda a sua casa.

E você, será que tem sido corajoso (a) para pregar o Evangelho a sua família? Você é um bom exemplo?

Para levar uma pessoa a Jesus Cristo é necessário dedicação em oração, jejum e também investir tempo com essa pessoa.

 

 

Entenda o poder que há na sua oração

As almas estão clamando por socorro, por auxílio e somente nós, que temos Jesus, podemos levar salvação e auxilio a elas.

É necessário mostrar para as pessoas a pessoa preciosa de Jesus que mora em nosso coração.

Retornando para a história de Raabe, a Bíblia nos conta que ela e toda a sua família foi salva.

Aquela mulher, prostituta, sem valor para a sociedade, mas especial para Deus trouxe vida para a sua casa.

Muitos livros a frente do de Josué, já no livro de Mateus, é possível encontrar a genealogia de Jesus.

Nesta genealogia encontra-se o nome de Raabe. Ela faz parte da família de Davi e Jesus é nascido da raiz de Davi.

Jesus mudou a história desta mulher e ela mudou a história da própria família.

E você? Já teve a sua história transformada por Jesus? Se sim, o que tem feito para mudar a história da sua família?

Ouça a mensagem Missões na família e permita que o Espírito Santo mostre a você como salvar a sua família:

 

Saiba mais sobre o assunto “Missões na família”, participe do Culto da Família celebrado mensalmente, no último domingo, às 19 horas, na CERV.
Mais informações ligue: (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para contato@restaurandovidascerv.com.br

Uma missão a cumprir

Segundo a Palavra de Deus, todos têm uma missão a cumprir.

A Bíblia é repleta de histórias de missionários do Senhor que dedicaram suas vidas a pregar o Evangelho.

Uma dessas histórias podemos ler nas cartas de Paulo a Timóteo.

O jovem de Listra, que deveria ter entre 17 e 21 anos, segundo alguns teólogos, tinha uma missão a cumprir na cidade de Éfeso.

A sua responsabilidade era cuidar da igreja local, composta por idosos, homens, mulheres e crianças.

Os desafios que aguardavam esse moço eram muitos, porém apesar da pouca idade,Timóteo estava preparado para liderar os éfesos.

Nas duas cartas, denominadas cartas pastorais, Paulo transmite diversas instruções importantes para o jovem.

Dentre elas estão: manter o padrão da sã doutrina, orientações para quem deseja servir na igreja, como lidar com os jovens e viúvas e principalmente como Timóteo deveria se comportar e conduzir sua própria vida.

Não negligencie o dom que lhe foi dado por mensagem profética com imposição de mãos dos presbíteros. Seja diligente nestas coisas; dedique-se inteiramente a elas, para que todos vejam o seu progresso (1 Tm 4.14-15).

Paulo sabia também que além de ter que lidar com pessoas que deturpavam a Palavra de Deus, Timóteo teria que se manter firme perante os questionamentos quanto a sua idade.

Ninguém o despreze pelo fato de você ser jovem, mas seja um exemplo para os fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza (1 Tm 4.12).

A vida e ministério de Timóteo nos deixa um importante entendimento: para Deus não importa a idade, sexo, cor, altura, estrutura física, diplomas ou situação financeira.  Ele chama cada um para ser uma testemunha de Cristo em todos os lugares por onde for ou passar.

Cada indivíduo tem um chamado específico, mas a finalidade é o mesma: a salvação dos seres humanos.

E para sermos instrumentos de Deus para levar a salvação a toda criatura, primeiro Ele deseja fazer uma obra em nossas vidas.

Davi explicou perfeitamente o que acontece conosco quando temos um encontro com Cristo, o que o Senhor faz por nós.

Ele me tirou de um poço de destruição, de um atoleiro de lama; pôs os meus pés sobre uma rocha e firmou- me num local seguro (Sl 40.2)

Firmou-nos em Jesus para frutificar e para semear a Palavra de Deus e anunciarmos as grandezas e maravilhas do nosso Senhor.

Pôs um novo cântico na minha boca, um hino de louvor ao nosso Deus. Muitos verão isso e temerão, e confiarão no Senhor (Sl 40.3)

O “Ide” do Senhor Jesus é para todos aqueles que foram salvos e de glória em glória têm sido transformados pelo Senhor.

Portanto, você tem uma missão a cumprir: Ir e pregar o Evangelho a toda criatura!

Essa é a vontade de Deus! Que muitos venham a crer em Seu nome e viver uma vida abundante aqui na Terra. E no futuro desfrutar da glória!

Portanto, vá! Não pare! O Senhor conta com você!

Kátia Brito

Aprenda mais sobre Uma missão a cumprir, participe amanhã do Culto de Missões, às 19 horas, na CERV.
Mais informações ligue: (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para: contato@restaurandovidascerv.com.br 

 

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén