Tag: mês de missões

Noite de gratidão e alegria

O último domingo do Mês de Missões na CERV foi encerrado em uma noite de gratidão e alegria.

Isso porque cada membro da comunidade entregou no altar de Deus a oferta que preparou durante um ano para os missionários auxiliados pela igreja.

Especial com a missionária Nágila

 

Os irmãos estavam alegres e trajando roupas típicas de um país, estado ou cidade brasileira.

Após o louvor, a missionária Nágila Araújo realizou um especial cantando as músicas: e Se isso não for amor.

 

Saiba a importância de fazer a obra de Deus

Logo em seguida o Pr. Paulo Silas, da JOCUM, trouxe uma mensagem da parte de Deus para a igreja.

Em suma, o pastor, por meio de vários testemunhos, apontou que para fazer missões é necessário obediência e santidade.

Pr. Paulo Silas – preletor da noite

Além disso, ressaltou que sem o Espírito Santo é impossível cumprir o Ide do Senhor Jesus.

A seguir ouça em detalhes essa mensagem e a Palavra que o Espírito Santo ministrou na igreja:

 

Para encerrar a noite, toda a comunidade entregou no altar sua oferta missionária, resultado de um ano de dedicação.

Seja vendendo, realizando algum serviço ou guardando um valor por mês, cada um fez o seu melhor para o Senhor.

Essa dedicação era visível também nos envelopes e caixas decoradas que os irmãos utilizaram para entregar a oferta.

E não foram apenas os adultos, as crianças, incentivadas pelos pais, também levaram sua oferta de amor.

Conheça o trabalho da Jocum Contagem

Dentre todos os irmãos, uma irmã em especial se destacou pela alegria e exemplo: a obreira Quita.

 

Obreira Quita

Essa irmã possui apenas uma perna e limitada em movimentos, porém, isso não a impede de servir ao Senhor.

 

 

Com suas mãos ela trabalha semanalmente fazendo pães, bolos, salgados e tortas com o propósito de vender para missões.

Ano passado, a irmã entregou uma das maiores ofertas da igreja e este ano seu alvo era superar o que alcançou em 2017.

“Desde o dia 1º de outubro de 2017 estou trabalhando por esta oferta e hoje, diante do altar do Senhor, estou entregando o fruto do meu esforço e amor. Agora estou orando para que a igreja supere a oferta do ano passado”, contou a obreira Quita.

Para a pastora Graça Pitzer, este ano o mês de missões superou as expectativas. “Sempre dizemos que um ano sempre supera o outro e isso acontece porque o nosso Deus sempre nos surpreende e nos presenteia com mensagens e testemunhos gloriosos. Agradeço aos amados que oraram, jejuaram e apresentaram o seu melhor para o nosso Senhor. Que Ele possa retribuí-los mil vezes mais, em nome de Jesus”, finalizou a pastora.

Momento da entrega das ofertas para missões

A comunidade encerra essa noite de gratidão e amor com grandes expectativas para o resultado final das ofertas. O resultado será dado no próximo domingo (1), às 19 horas, na CERV.

 

O Mês de Missões é realizado anualmente na CERV, em setembro.

Comunicação CERV

Uma vida missionária

Foto: arquivo pessoal

Uma vida missionária, dedicada a serviço do Reino de Deus. Assim tem sido a vida do casal Paulo Roberto Resende e Maria das Graças, missionários de Cristo.

Foram convocados pelo Senhor, ainda jovens, recém-casados, a servirem a Deus numa tribo indígena no Amazonas.

Venderam tudo o que possuíam e renunciaram ao seus sonhos para viver os sonhos de Deus.

Antes de viajarem, a irmã Maria das Graças descobriu que estava grávida e ainda recebeu a notícia de que sua mãe estava enferma.

Sob muitas críticas e palavras negativas, ela escolheu permanecer firme no chamado de Deus e seguiu rumo a missão que Ele tinha para ela e Paulo Roberto.

Acompanhados de duas irmãs, Paula e Marina, viajaram para o Amazonas e lá viveram, quase sete anos, a serviço do Reino.

O primeiro filho do casal, nasceu numa madrugada, na casa que moravam na tribo.

O parto foi realizado por  Paulo Roberto e o bebê, batizado com o nome de Eliatã, nasceu com perfeita saúde, contrariando todas as expectativas negativas que haviam a respeito da criança.

No período que viveram em missões, com os indígenas e ribeirinhos, enfrentaram várias batalhas.

Mas, para a glória de Deus, obtiveram vitórias sobre escassez, doenças e dificuldades.

Entenda a importância de viver para o Reino e pregar o Reino de Deus a toda criatura

Porém, antes de viverem uma vida missionária, foi necessário acontecer transformações individuais.

Maria das Graças, antes de conhecer Paulo já era convertida a Jesus.

Já o  missionário Paulo Roberto estava longe do Senhor, vivendo do crime e tráfico de drogas.

Seu antigo nome era Paulinho Bonfim, como fora apelidado pela polícia militar e imprensa de Belo Horizonte.

Foto: divulgação

Ainda jovem foi resgatado por Jesus Cristo da sua antiga forma de viver e desde então, o seguinte versículo, tem feito parte da sua trajetória cristã:

Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Co 5.17).

 

Em maio deste ano celebra mais de 50 anos de conversão e serviço à obra missionária.

Hoje, Paulo Roberto conta suas experiências como missionário atuante no Amazonas, na Itália e em outros lugares do mundo.

Já pregou em várias igrejas brasileiras e em mais de 20 países em todo o mundo.

Nesta mensagem, ele e sua esposa Maria das Graças compartilham a Palavra de Deus e diversos testemunhos de fé e amor à missões.

Conheça mais sobre a história do missionário Paulo Roberto

 Ouça o testemunho ‘Uma vida missionária’ e se inspire na história real de um casal que ama Jesus e as almas:

 

 ‘Uma vida missionária’ Parte 1:
‘Uma vida missionária’ parte 2:

 

Comunicação CERV

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén