O Deus doméstico é a presença do Senhor dentro do lar e nos corações das pessoas que compõe a família que habita nesse lar.
 
Trazer Jesus para dentro do ambiente doméstico é fundamental para o sucesso da família.
 
Por meio de Cristo há amor, alegria, paz, perdão, humildade e comunhão para o seio familiar.
 Na Bíblia há dois versículos que apresentam o momento que Jesus entra na casa de Pedro, seu discípulo.
 
Ao entrar o mestre encontra a sogra de Pedro acamada, com febre. Logo Jesus a curou e a mulher passou a servi-lo.
 
Entrando Jesus na casa de Pedro, viu a sogra deste de cama, com febre. Tomando-a pela mão, a febre a deixou, e ela se levantou e começou a servi-lo
(Mateus 8. 14 e 15).
 Nesse trecho, chama a atenção, o fato de que não foi Pedro ou sua esposa que se aproximaram de Jesus e relataram o problema da mulher.
 
A Bíblia afirma que Jesus “viu a sogra deste de cama, com febre” e em seguida a curou.
 
Muitas vezes, assim como Pedro, pessoas que caminham com Jesus e têm comunhão com Ele estão negligenciando necessidades de familiares.
 
Essas necessidades podem ser de ordem física, espiritual, emocional e/ou material.
 
Se você fecha os olhos para as dificuldades dos seus familiares é preciso repensar o seu relacionamento com Deus e com a sua família.
O Deus doméstico precisa fazer parte da vida do seu lar
 
Além das orações é necessário levar Jesus para dentro de casa, por meio de exemplos que glorifiquem o nome Dele.
A sogra de Pedro, assim que recebeu a cura, passou a servir a Jesus e também as demais pessoas.
Esse deve ser o resultado do agir de Jesus na sua vida. Após receber a Cristo e ser transformado, você precisa servir a Deus o apresentando a sua família.
Qual o papel que você exerce, atualmente, na sua casa? Pai? Mãe? Filho (a)? Esposo? Esposa?
Tem cumprido, segundo o que é ensinado nas Sagradas Escrituras?
O Deus doméstico precisa fazer parte da vida do seu lar. Nos relacionamentos, onde reine o amor, onde um serva ao outro em amor.
Ouça a mensagem ‘O Deus doméstico’ e seja uma bênção para o seu lar:

 

 
Comunicação CERV