Tag: cuidado

Guarde tesouros no coração do seu filho

Guarde tesouros no coração do seu filho é uma mensagem que trata sobre a importância dos pais semearem na vida das suas crianças a Palavra de Deus.

A partir dessa Palavra reflita sobre quais tem sido suas escolhas como pais e se realmente tem investido tempo de qualidade com seus filhos.

Lembre-se que no mundo há várias influências malignas através de músicas, danças, filmes, livros e internet e é você que deve cuidar para que não alcancem seu filho.

Preencha diariamente o coração do seu filho com a Palavra de Deus, com oração, com histórias e filmes bíblicos.

Esse é o maior tesouro que você pode guardar no coração do seu pequeno.

Se você já faz isso, permaneça, mas se não, começo hoje, pois verá ainda na infância do seu filho os resultados desse precioso tesouro que guardou no coração dele.

 

Ouça a mensagem Guarde Tesouros no coração do seu filho e seja edificado:

 

Comunicação CERV

O Deus doméstico

O Deus doméstico é a presença do Senhor dentro do lar e nos corações das pessoas que compõe a família que habita nesse lar.
 
Trazer Jesus para dentro do ambiente doméstico é fundamental para o sucesso da família.
 
Por meio de Cristo há amor, alegria, paz, perdão, humildade e comunhão para o seio familiar.
 Na Bíblia há dois versículos que apresentam o momento que Jesus entra na casa de Pedro, seu discípulo.
 
Ao entrar o mestre encontra a sogra de Pedro acamada, com febre. Logo Jesus a curou e a mulher passou a servi-lo.
 
Entrando Jesus na casa de Pedro, viu a sogra deste de cama, com febre. Tomando-a pela mão, a febre a deixou, e ela se levantou e começou a servi-lo
(Mateus 8. 14 e 15).
 Nesse trecho, chama a atenção, o fato de que não foi Pedro ou sua esposa que se aproximaram de Jesus e relataram o problema da mulher.
 
A Bíblia afirma que Jesus “viu a sogra deste de cama, com febre” e em seguida a curou.
 
Muitas vezes, assim como Pedro, pessoas que caminham com Jesus e têm comunhão com Ele estão negligenciando necessidades de familiares.
 
Essas necessidades podem ser de ordem física, espiritual, emocional e/ou material.
 
Se você fecha os olhos para as dificuldades dos seus familiares é preciso repensar o seu relacionamento com Deus e com a sua família.
O Deus doméstico precisa fazer parte da vida do seu lar
 
Além das orações é necessário levar Jesus para dentro de casa, por meio de exemplos que glorifiquem o nome Dele.
A sogra de Pedro, assim que recebeu a cura, passou a servir a Jesus e também as demais pessoas.
Esse deve ser o resultado do agir de Jesus na sua vida. Após receber a Cristo e ser transformado, você precisa servir a Deus o apresentando a sua família.
Qual o papel que você exerce, atualmente, na sua casa? Pai? Mãe? Filho (a)? Esposo? Esposa?
Tem cumprido, segundo o que é ensinado nas Sagradas Escrituras?
O Deus doméstico precisa fazer parte da vida do seu lar. Nos relacionamentos, onde reine o amor, onde um serva ao outro em amor.
Ouça a mensagem ‘O Deus doméstico’ e seja uma bênção para o seu lar:

 

 
Comunicação CERV

Põe em ordem a sua casa

Aprenda com a mensagem “Põe em ordem a sua casa” como cuidar da sua família

Põe em ordem a sua casa. Foi essa a ordem que o Senhor deu ao rei Ezequias, por meio do profeta Isaías.

Como rei, Ezequias agia de maneira exemplar. Confiou no Senhor de todo o coração e eliminou todos altares idólatras e praticas abomináveis de Judá.

Ezequias tinha uma vida íntegra e reta, mas recebeu de Deus a Palavra: põe em ordem a sua casa.

Ao dar essa ordem podemos compreender que algo de errado estava acontecendo na família de Ezequias.

Aprenda a como batalhar pela sua família

Após receber essa ordem o rei soube que morreria. Foi então que chorou muitíssimo e pediu a Deus mais alguns anos.

Deus concedeu mais 15 anos a Ezequias e no transcorrer da história vamos ver que nesses anos acrescidos Ezequias não colocou  sua casa em ordem.

Seu primeiro erro foi receber o inimigo em sua casa (Babilônia) iludido por presentes e cartas expressando cuidados pela sua vida.

As portas da sua casa foram abertas para o inimigo. Dentro deste contexto reflita: o que você tem trazido para dentro da sua casa?

Para discernir o que entra na sua casa é necessário que você esteja muito, mas muito bem com o Senhor. Firmado na Palavra de Deus.

Perante esta atitude, o Senhor envia Isaías para transmitir a mensagem de que haveria paz no seu reinado, porém sua família pereceria nas mãos do inimigo.

Entretanto, o rei não compreendeu a Palavra de Deus, afirmando ser uma palavra boa.

Saiba qual o valor da mãe na família

A partir desta resposta é possível ver a indiferença e egoísmo do rei para com sua família, seus próprios filhos.

Homem, será que você tem sido indiferente para com o futuro da sua esposa e filhos, assim como o rei Ezequias?

De quê adianta ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma e ainda a sua família?

Ouça esta mensagem e permita que o Espírito Santo mostre ao seu coração que tipo de pai, mãe, filho você tem sido para a sua família:

Aprenda mais sobre a mensagem “Põe em ordem a sua casa”, participe dos nossos cultos neste mês da família. Mais informações ligue: (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para: contato@restaurandovidascerv.com.br

Não tenha medo 2

Não tenha medo 2, segunda parte do estudo, nos ensinará a partir da perspectiva do apóstolo Paulo, a confiar em Deus, não dando espaço para o medo

Não tenha medo 2 é a segunda parte do nosso estudo, iniciado na sexta passada.

Na primeira parte aprendemos as definições de medo e a respeito da grandeza e poder do Deus que cuida de nós.

Hoje, no estudo “Não tenha medo 2”, o apóstolo Paulo  nos ensina sobre confiar em Deus e não ter medo.

O apóstolo foi um homem de Deus profundamente experimentado na fé.

Sua confiança no Senhor era muito grande e, por isso, pôde escrever:

Que diremos, pois, à vista destas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós?
Aquele que não poupou o seu próprio Filho, antes, por todos nós o entregou, porventura, não nos dará graciosamente com ele todas as coisas?
Quem intentará acusação contra os eleitos de Deus? É Deus quem os justifica.
Quem os condenará? É Cristo Jesus quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós.
Quem nos separará do amor de Cristo? Será tribulação, ou angústia, ou perseguição, ou fome, ou nudez, ou perigo, ou espada?
Como está escrito: Por amor de ti, somos entregues à morte o dia todo, fomos considerados como ovelhas para o matadouro.
Em todas estas coisas, porém, somos mais que vencedores, por meio daquele que nos amou. Romanos 8.31-37

Leia a primeira parte do estudo “Não tenha medo”

O soberano poder do amor de Deus nos protege e nos preserva COMPLETAMENTE! Em toda e qualquer situação podemos contar com a proteção divina.

Vejamos agora o que podemos aprender com cada versículo acima.

V. 31 – Não há inimigo que resista ou saia vitorioso perante o Deus Todo-Poderoso. O nosso Deus nos dá força e poder para resistir às investidas do inimigo:

Eis que hoje te ponho por cidade fortificada, por coluna de ferro e por muros de bronze, contra todo o país, contra os reis de Judá, contra os seus príncipes, contra os seus sacerdotes e contra o seu povo.
Pelejarão contra ti, mas não prevalecerão; porque eu sou contigo, diz o SENHOR, para te livrar. Jeremias 1.18,19

O próprio apóstolo Paulo nos relata em sua carta ao jovem Timóteo que Deus o deu grande livramento perante seus acusadores:

Na minha primeira defesa, ninguém foi a meu favor; antes, todos me abandonaram. Que isto não lhes seja posto em conta!
Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fosse plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; e fui libertado da boca do leão.
O Senhor me livrará também de toda obra maligna e me levará salvo para o seu reino celestial. A ele, glória pelos séculos dos séculos. Amém! 2 Timóteo 4.16-18

V. 32 Recebemos de Deus toda espécie de provisões para suprir todas as nossas necessidades.

Quem experimentou desta provisão e relatou isso no Salmo 23 foi o pastor e rei de Israel, Davi:

O SENHOR é o meu pastor; nada me faltará.
Ele me faz repousar em pastos verdejantes. Leva-me para junto das águas de descanso;
refrigera-me a alma. Guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome.
Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, não temerei mal nenhum, porque tu estás comigo; o teu bordão e o teu cajado me consolam.
Preparas-me uma mesa na presença dos meus adversários, unges-me a cabeça com óleo; o meu cálice transborda.
Bondade e misericórdia certamente me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre. Salmo 23
V. 1, 2 e 5 – Deus garante abundante provisão e fartura, o excelente.
V. 1, 3, 4 e 6 – Provisão como socorro na adversidade, no dia mau e em situações de perda.
Retornando aos versículos de Romanos, vejamos o que é possível assimilar no versículo 33:
Somos feitos justiça de Deus e livres de toda e qualquer acusação (apontamento de um erro, culpa ou crime).
A justiça de Deus em nós nos coloca num relacionamento correto com Deus:
Aquele que não conheceu pecado, ele o fez pecado por nós; para que, nele, fôssemos feitos justiça de Deus. 2 Coríntios 5.21
E que relacionamento é esse?

Antes, a nossa relação com Deus era de Criador e criatura. Mas, por meio de Cristo, nossa relação passa a ser de Pai e filho(a) (Romanos 8.15,17).

Antes, enquanto escravos do pecado, tínhamos medo do castigo, da pessoa de Deus. Hoje, por meio de Jesus, libertos e justificados de todo pecado, vivemos uma relação de amor com Deus (1 João 4.18).

Agora, portanto, num relacionamento de amor e obediência a Deus, ninguém e nem mesmo Satanás pode nos acusar (1 João 5.3).

V. 34 – Somos livres da condenação e ‘ganhamos’ um fiel intercessor

mas, visto que vive para sempre, Jesus tem um sacerdócio permanente.
Portanto, ele é capaz de salvar definitivamente aqueles que, por meio dele, aproximam-se de Deus, pois vive sempre para interceder por eles. Hebreus 7. 24 e 25
Jesus é quem intercede por nós perante Deus, o Pai. E isso só acontece porque o Senhor Jesus nos livrou do castigo que merecíamos e nos deu a vida eterna (Romanos 6.23).
V. 35 – Se não há inimigo que nos vence, se temos provisão, justiça e nenhuma condenação, nada pode nos separar do amor de Cristo.
A justiça e a absolvição de Deus denota que já não há mais pecado em nossa vida, a única coisa que poderia nos separar Dele:
Mas as suas maldades separaram vocês do seu Deus; os seus pecados esconderam de vocês o rosto dele, e por isso ele não os ouvirá.
Isaías 59.2
De modo que todas as outras coisas precisam se tornar secundárias, sem força de expressão, por mais difíceis e assustadoras que nos pareçam:
– Tribulação
– Angústia
– Perseguição
– Fome
– Nudez
– Espada
V. 37 – Jesus pode nos fazer vencedores sobre qualquer medo!
Existe algo que o amedronta, hoje? 
Jesus o convida a segui-Lo e a confiar totalmente Nele. A Bíblia afirma que:
 “Todo o que nele crê jamais será decepcionado”. Romanos 10 .11
O Senhor Jesus não nos decepciona, mas você precisa crer e confiar que Ele está com você! Siga-O sem medo, livre e totalmente entregue nas mãos do Senhor!

Portanto, aprendemos com este estudo “Não tenha medo 2” que não é necessário ter medo. É necessário ter fé e crer que o Senhor Jesus nos guarda e nos livra de todo mal.

Que o Espírito Santo o abençoe e encha o seu coração de fé e coragem, em nome de Jesus!
Pra. Camila Brito
Aprenda mais sobre “Não tenha medo 2”, participe da Escola Bíblica Dominical, todos os domingos, às 9 horas, na CERV (Rua Érico Veríssimo, 1167 – Santa Mônica).
Mais informações ligue: (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para contato@restaurandovidascerv.com.br 

 

Família protegida

A família protegida é aquela na qual todos os seus membros escolhem andar em obediência e santidade.

A partir dessa escolha o Anjo do Senhor (Jesus) protege toda a família e o mal, Satanás, não pode tocar.

Sabemos que todo aquele que é nascido de Deus não vive pecando; antes o guarda aquele que nasceu de Deus, e o Maligno não lhe toca.
1 João 5:18

Ouça a mensagem “Lar feliz e abençoado” e seja edificado!

Portanto, a família que serve fielmente ao Senhor, jamais será destruída!

Em Gênesis capítulo 6 encontramos a história da família de Noé. Como cabeça do seu lar, esse homem dava bom testemunho, como a Palavra relata:

Noé era homem justo e perfeito em suas gerações; Noé andava com Deus. Gênesis 6:9

A vida de Noé era exemplar, mesmo vivendo em meio a um povo desobediente, ele escolheu agradar a Deus.

Toda a sua família foi salva, esposa, filhos e noras, pois Deus se agradava da maneira como viviam.

Hoje, infelizmente, a maioria dos que se dizem filhos de Deus, não têm tido a mesma postura de Noé e sua família.

Saiba mais sobre este assunto

Em vez de se afastarem do mal escolhem agradar a carne e o ego com práticas pecaminosas.

Porém, não importa a escolha individual das pessoas, a sua deve ser a de não pecar e não se contaminar com o meio no qual está inserido.

Se agir dessa forma, principalmente o homem, como sacerdote do lar, o Diabo não terá ocasião ou oportunidade de trazer qualquer destruição sobre você e sua família.

A partir de hoje, escolha estruturar a base da sua família em Jesus Cristo e na Palavra de Deus, para que não venha a ruir.

Ouça a mensagem “Família protegida” e saiba como manter a sua família protegida dos ataques do maligno:

Conheça o nosso ministério, faça-nos uma visita! Estamos localizados à Rua Érico Veríssimo, 1167 – Santa Mônica. Mais informações, ligue: (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para: contato@restaurandovidascerv.com.br 

 

Debaixo do cajado de Jesus

“O Senhor é o meu pastor; nada me faltará” (Sl 23.1)

O Salmo 23 é um reservatório inesgotável de consolo para o povo de Deus. Dessa fonte jorra copiosamente refrigério para os cansados, força para os fracos  e alegria para os tristes.

Jesus é o pastor divino. Ele é o bom, o grande e o supremo pastor. Ele ama suas ovelhas e cuida delas. Ele deu sua vida por elas e as guiará à casa do Pai, à bem aventurança eterna.

O Salmo 23 enseja-nos três lições assaz oportunas:

Em primeiro lugar, porque o Senhor é o nosso pastor, há pleno suprimento para as nossas necessidades (Sl 23.1-3).

Embora, como ovelhas somos frágeis, inseguros e inclinados a nos desviarmos do aprisco das ovelhas, em Jesus Cristo, o bom, o grande e o supremo pastor, temos repouso, refrigério e direção.

Jesus não é apenas o nosso grande provedor; Ele é, também, nossa melhor provisão. Ele não apenas nos concede sua paz nas tormentas da vida; ele é a nossa paz.

Jesus não apenas nos guia pelas veredas da justiça; Ele é a nossa justiça. Jesus não é apenas pastor; Ele é o nosso pastor. Aquele que está assentado no trono e tem as rédeas da história em suas mãos, pastoreia a nossa alma, alimenta-nos com sua graça e fortalece-nos com seu poder.

Conhecer a Ele é a própria essência da vida eterna. Andar com Ele é a maior de todas as venturas. Glorificar a Ele é a razão da nossa vida. Fazer a sua vontade é a maior de todas as nossas metas. Portanto, como Davi podemos alçar nossa voz e dizer que o Senhor é o nosso pastor, por isso, nada nos faltará!

Em segundo lugar, porque o Senhor é o nosso pastor, há consoladora companhia nas adversidades (Sl 23.4,5).

A vida cristã não é uma jornada fácil. Cruzamos desertos tórridos e vales profundos. Atravessamos mares revoltos e enfrentamos ventos contrários. Porém, mesmo quando andamos pelos vale da sombra da morte, não precisamos ter medo. E isso, não porque somos fortes ou os perigos são irreais.

Nossa confiança decorre do fato de Jesus estar conosco em todas as circunstâncias e em todo o tempo. Não precisamos ter medo dos adversários que nos ameaçam, pois o nosso pastor nos dá vitória sobre eles.

Não precisamos ter medo de vexame e fracasso, pois o nosso pastor nos honra, ungindo-nos a cabeça com óleo. Não precisamos ter medo da tristeza que ronda a nossa alma, pois o nosso pastor oferece-nos robusta alegria, fazendo o nosso cálice transbordar.

Em terceiro lugar, porque o Senhor é o nosso pastor, temos bendita comunhão para a eternidade (Sl 23.6).

Não apenas nosso pastor está conosco, mas, também, coloca ao nosso lado dois escudos seguros: bondade e misericórdia, e isso, durante todos os dias da nossa vida.

Bondade é o que Deus nos dá e não merecemos, a sua graça. Misericórdia é o que nós merecemos, e Deus nãos nos dá, o seu juízo. Ladeados por bondade e misericórdia avançamos neste mundo, guardados e protegidos.

Ele o centro dos decretos divinos. Ele é o centro das Escrituras. Ele é o centro da história. Ele é o centro da eternidade. Ele é o centro do paraíso. Vivemos nele, com ele e para ele.

Porém, quando a carreira terminar, então, habitaremos na Casa do Senhor para todo o sempre. Aqui o Senhor está conosco; lá, nós estaremos com ele.

Sua presença será nossa alegria e nossa maior recompensa. O céu é a Casa do Pai. O céu é o nosso lar. Para lá caminhamos. Lá está a nossa pátria. Lá está o nosso tesouro. Lá está o nosso bom, grande e supremo pastor.

Ele o centro dos decretos divinos. Ele é o centro das Escrituras. Ele é o centro da história. Ele é o centro da eternidade. Ele é o centro do paraíso. Vivemos nele, com ele e para ele.

Jesus é a nossa segurança, a nossa provisão, a nossa paz, a nossa justiça, a nossa alegria, a nossa recompensa. Com ele estaremos para sempre e com ele reinaremos pelos séculos eternos!

Rev. Hernandes Dias Lopes

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén