Alguma vez você já clamou ao Senhor pedindo um Casamento restaurado? Normalmente esta oração é realizada diante de um quadro, que aos olhos humanos, parece irreversível.
Principalmente se no princípio do matrimônio o casal desfrutava de comunhão com Deus e um com o outro.
A ausência de intimidade com o Senhor por meio da oração e do cultodoméstico causa grandes problemas.
Um desses problemas é a ausência de diálogo. Quando o esposo e a esposa separam um tempo para conversar é apenas sobre as necessidades do lar e dos filhos.
Não há mais aquele momento prazeroso de bate-papo, de oração e reflexão sobre a Bíblia que teve um dia.
Entretanto, há tempo para brigas, discórdias, grosserias, respostas duras e palavras ásperas. E o pior: diante dos filhos.
Matrimônios que se encontram nessa situação estão fadados a acabar em divórcio, destruindo a família.
 
Porém,  se o seu casamento se encontra nessa situação, por um fio, a Palavra de Deus traz esperança a você!
Veja a profecia que Deus declarou o rei Asa e Judá:
“Então veio o Espírito de Deus sobre Azarias, filho de Odede.
 
 
E saiu ao encontro de Asa, e disse-lhe: Ouvi-me, Asa, e todo o Judá e Benjamim: O Senhor está convosco, enquanto vós estais com ele, e, se o buscardes, o achareis; porém, se o deixardes, vos deixará.
 
 
E Israel esteve por muitos dias sem o verdadeiro Deus, e sem sacerdote que o ensinasse, e sem lei.
 
 
Mas quando na sua angústia voltaram para o Senhor Deus de Israel, e o buscaram, o acharam.
 
 
E naqueles tempos não havia paz, nem para o que saía, nem para o que entrava, mas muitas perturbações sobre todos os habitantes daquelas terras.
 
 
Porque nação contra nação e cidade contra cidade se despedaçavam; porque Deus os perturbara com toda a angústia.
 
 
Mas esforçai-vos, e não desfaleçam as vossas mãos; porque a vossa obra tem uma recompensa.
 
 
Ouvindo, pois, Asa estas palavras, e a profecia do profeta Odede, cobrou ânimo e tirou as abominações de toda a terra, de Judá e de Benjamim, como também das cidades que tomara nas montanhas de Efraim, e renovou o altar do Senhor, que estava diante do pórtico do Senhor” (2 Cr 15.1-8).
Como está escrito na profecia é necessário que haja uma aproximação e busca sincera pela presença do Senhor.
Ainda que esse desejo não seja latente no coração da esposa ou do esposo, aquele que desejar mudança, pode buscar pelos dois, começando uma mudança em si mesmo.
Busque ao Senhor, com fé, sem esmorecer, pois o casamento restaurado, não nasce da noite para o dia.
Avalie qual área dentro do seu matrimônio está apresentando problemas. Comece a orar e tenha uma atitude. 
A fé é capaz de mover montanhas, como ensinou Jesus, e mais, quem ora precisa crer que Deus ouve e o abençoa:

“Sem fé é impossível agradar a Deus, pois quem dele se aproxima precisa crer que ele existe e que recompensa aqueles que o buscam” (Hb 11.6)

Comece hoje mesmo a restauração do seu casamento. Coloque-se de joelhos em oração e clame a Deus por um milagre na vida do seu esposo, da sua esposa, do seu matrimônio.
Ouça a mensagem ‘Casamento restaurado’ e seja edificado pela Palavra de Deus:

 

Comunicação CERV