gratidao-ao-senhorA gratidão no contexto da Palavra de Deus consiste no reconhecimento de dádivas recebidas (Sl 103.1-12), ofertadas pela graça de Deus (Tg 1.17), bem como por parte dos homens. Quando exercemos o ato de “dar”, nos aproximamos mais de Deus. Pois Ele é “amor” (1Jo 4.8) e uma das linguagens do amor é “dar”. Isto é, “oferecer algo que o outro precisa e que nós possuímos” (Mt 5.42). A gratidão está do lado de quem recebe a dádiva (Lc 17.17). Ela deve ser espontânea e um fruto imediato de um coração rendido a Deus (1Ts 5.18). A Bíblia nos ensina tanto a dar como a agradecer por tudo o que recebemos (Rt 2.10; 2Sm 9.1; 2Rs 4.13).

A gratidão abre o nosso entendimento para o fato de que temos recebido muito mais bênçãos do que possam ser os nossos problemas ou dificuldades.

Ela é uma arma de vitória que apaga insinuações malignas de rejeição, baixa autoestima e rebeldia. A gratidão anula os pensamentos de depressão. Ela é um exercício de libertação e nos leva a “voar nas asas do Espírito”, concedendo-nos um coração adorador.

  • O Senhor nos convoca a agradecê-Lo por todos os benefícios que nos tem feito e, quando fazemos isto, percebemos que estes são incontáveis e essenciais. Comece a contar as bênçãos em sua vida e você verá que é impossível enumerá-las todas, enquanto os nossos problemas podem ser contados em nossos dedos.
  •  A gratidão nos leva a estar acima das tempestades e das dificuldades da vida. Veja os Salmos de Davi (34 e 18) que foram escritos e entoados em momentos dificílimos de sua carreira. Você tem agradecido ao Senhor pelas respostas de oração? Pelos livramentos nos momentos difíceis?
  • A ingratidão fere o coração de Deus: Jesus sentiu falta dos nove leprosos que foram curados, sendo que somente o samaritano retornara para agradecer pela cura (Lc 17.17-18).
  • A gratidão é mandamento para o nosso próprio bem. O cumprimento da vontade de Deus, em suas leis e ordenanças, nos traz vida e paz, e gera o perfeito louvor: Hb 13.15, Is 12.1, Sl 100.4.

Manifeste a sua gratidão ao Senhor e às pessoas, deixe a glória de Deus brilhar em sua vida!

Texto adaptado da Pra. Ângela Valadão