Seja santo como o seu Pai. Essa é uma ordenança bíblica a ser seguida por aqueles que renderam suas vidas ao Senhor Jesus Cristo. Ser filho de Deus implica em sermos parecidos com Ele. Quando o apóstolo Paulo diz que nos despimos do velho homem (Ef 4.22), significa que tiramos tudo o que nos deixava iguais às trevas e nos revestimos do Espírito Santo, que é luz.

Se observarmos um filho com o pai, digo na relação natural, notaremos algumas semelhanças físicas e comportamentais tais como: os traços do rosto, a cor do cabelo, o jeito de sorrir, de andar e até mesmo de se expressar. Há características herdadas geneticamente e outras adquiridas pela convivência. A crianças observa o jeito do pai conversar e expressar, e principalmente nos primeiros anos de vida, tende a imita-lo.

E na relação dos filhos com o Deus Pai deve acontecer a mesma forma. É necessário imitar a Deus em tudo. Não se pode ver a Deus, pois a Palavra afirma que ninguém jamais o viu, mas Ele enviou Jesus, que também é Deus, para nos dar o exemplo:

Eu falo do que vi junto de meu Pai, e vós fazeis o que também vistes junto de vosso pai (Jo 8.38)

As Sagradas Escrituras revelam vários atributos ativos de Deus, os mais conhecidos são a sua onipotência, onipresença e onisciência. Porém, há outro muito importante que é a santidade.

No Antigo Testamento, especialmente no livro de Levítico, Deus afirma em vários versículos: “Eu sou santo”. O livro fala a respeito de como o povo de Israel deveria ser para o Senhor: Santos. O Senhor ordena que o povo se separe de tudo que é imundo e pecaminoso. Ele queria uma nação exclusiva e santa para que as outras nações da época olhassem para Israel e reconhecessem Deus em suas vidas.

Porque eu sou o SENHOR, que vos fiz subir da terra do Egito, para que eu seja vosso Deus, e para que sejais santos; porque eu sou santo (Lv 11.45)

A Bíblia não oferece duas alternativas para escolher uma: Letra A, se você quiser, na hora que quiser, seja santo. Ou letra B, “Sede santos porque Eu Sou Santo”. Se você tem optado pela primeira opção, sinto lhe informar, mas ela é a resposta errada. A alternativa correta é a letra “B”. O Senhor ordena que seus filhos santifiquem-se, separem-se do pecado. Ou você é santo ou não é. Não existe meio termo.

A Palavra é clara ao dizer que sem santidade ninguém verá a Deus (Hb 12.14). A ordem para os filhos do Pai eterno é:

Portanto, santificai-vos, e sede santos, pois eu sou o SENHOR vosso Deus. E guardai os meus estatutos, e cumpri-os. Eu sou o SENHOR que vos santifica (Levítico 20.7-8)

O primeiro passo para ser santo tem que partir de você. Quando escolhe se separar, eliminar as velhas práticas pecaminosas, se afasta das companhias que o levam para o mal, o Senhor, por meio do Espírito Santo, completa em sua vida a obra de santificação.

Na sua mente pode surgir a pergunta: “Mas o que devo fazer para ser santo, quais atitudes devo escolher?” Busque o Reino de Deus e sua Justiça em primeiro lugar. Vigie, ore, jejue, estude a Bíblia e congregue em uma igreja que vive os princípios imutáveis da Palavra. Invista em amizades, relacionamentos que lhe impulsionem a estar mais perto do Senhor. E o principal: afaste o que lhe afasta de Deus. Se for uma determinada amizade, a internet, a televisão ou um lugar, passe longe. Tentação não se enfrenta, foge.

Seja o filho que alegra o coração do Pai. Queira imita-lo em tudo, principalmente na santidade. Escolha dia após dia ser santo e a tornar cada vez mais clara as suas vestes diante do Pai.

Aprenda mais sobre “Seja santo como o seu Pai” participe da Escola Bíblica Dominical, aos domingos, às 9 horas, na CERV.
Mais informações ligue: (31) 3451-5956 ou envie um e-mail para: contato@restaurandovidascerv.com.br